Juremir Machado da Silva

Palestra tema do Congresso:

A força dos grupos frente aos dilemas contemporâneos

Historiador, Jornalista, Doutor em Sociologia na Universidade Paris V, Sorbonne, onde também fez pós-doutorado sob a orientação conjunta de Edgar Morin, Jean Baudrillard e Michel Maffesoli.

Foi correspodente internacional de Zero Hora em Paris, trabalhou na IstoÉ e colaborou com a Folha de São Paulo. Atua como colunista do Correio do Povo e apresenta o programa Esfera Pública na Rádio Guaíba. Coordena o Programa de Pós-Graduação em Comunicação da PUCRS.

Tem 27 livros individuais publicados, entre os quais Getúlio, 1930, águas da revolução, Solo, Vozes da Legalidade e História regional da infâmia, o destino dos negros farrapos e outras iniquidades brasileiras. Traduziu para o português obras de autores como Jean Baudrillard, Charles Baudelaire, Michel Houellebecq, Michel Maffesoli e Edgar Morin; deste autor foi responsável pelos volumes 3 a 6 de 'O Método' e recebeu o Prêmio Açorianos de tradução pelo volume 4. Recebeu diversos outros prêmios por seu trabalho como jornalista, escritor, comunicador.

Ele transita fluentemente da crítica literária à política, da história à sociologia, passando pela crônica e pelo 'jogo' como celebridade popular. Seus textos e falas abordam assuntos complexos e sofisticados com a mesma leveza e compreensão como se estivesse falando pessoalmente com cada um de nós, ao pé do ouvido ou fazendo graça através de veículos de mídia de massa.

Juremir é um exemplo de intelectual ao mesmo tempo popular/midiático e estará abrindo o Congresso explanando suas experiências, conhecimentos e referências sobre o tema do evento “A força dos grupos frente aos dilemas contemporâneos”.